05set
Em: 05/09/2018
Diante da pior crise financeira dos últimos 100 anos no estado do Rio, Christino usou sua capacidade de dialogar para tirar do papel o Plano de Recuperação Fiscal que recuperou as contas do Estado.
O Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio de Janeiro completa um ano. Além de garantir o pagamento dos salários dos funcionários o plano foi fundamental para permitir investimentos que estavam estagnados desde o início da crise fiscal e financeira. Segundo o deputado Christino Áureo, um dos principais responsáveis pela implantação do Plano quando estava à frente da Casa Civil, muitas outras obras serão retomadas.
– É muito gratificante ver que apenas um ano depois da pior crise da história do nosso estado, o estado consegue fazer tantas ações importantes para a vida da população. Obras estão sendo retomadas e outros investimentos ainda virão. Tivemos muito trabalho, mas o bem-estar dos moradores é a recompensa que temos que perseguir sempre.  – disse o deputado
Para Eduardo Paes, candidato ao Governo do Estado do Rio, a atuação do Christino foi fundamental para garantir estes investimentos e a retomada do estado do Rio.
“Eu credito muita coisa positiva para ele, talvez a gente estivesse passando pelos piores momentos da história do Estado do Rio se lá não estivesse a figura do Christino. É na dificuldade que o homem cresce, e é justamente quando o Estado mais precisava que o Christino entrou no jogo com sua capacidade política, capacidade de dialogar e começou a dar um rumo pro Estado. Foi o Christino que articulou todo este Plano de Recuperação Fiscal e levou pra Brasília com seu conhecimento e capacidade. Se hoje a situação não é de caos completo é por causa do Christino”, disse o candidato.
Com a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal o estado do Rio conseguiu inclusive, retomar alguns investimentos necessários para melhorar a infraestrutura e o bem estar da população.

Mais Segurança com o Plano de Recuperação Fiscal

Diversas ações para enfrentamento da violência foram retomadas como Programa Estadual de Integração na Segurança, (PROEIS) compra de viaturas e pagamento do Regime Adicional de Serviço, (RAS) são apenas algumas das ações para aumentar a segurança nos municípios.

Mais Segurança com o Plano de Recuperação Fiscal 

Estradas da Produção

Parado desde do início da crise, o programa Estradas da Produção, implantado por Christino Áureo começa a ser retomado e recupera estradas rurais em diversos municípios do Noroeste.

Estradas de produção - Plano de Recuperação Fiscal

Ponte da Integração

Obras importantes para o desenvolvimento do estado foram retomadas, um exemplo no Norte Fluminense é a Ponte da Integração, que vai ligar São Francisco de Itabapoana a São João da Barra. A obra terá 1.344 metros de comprimento e começou a ser construída na década de 80, mas erros no projeto inviabilizaram a conclusão. Em 2014 as obras foram retomadas mas, diante da crise, mais uma vez foram interrompidas. Com o Plano de Recuperação Fiscal as obras foram retomadas neste ano.
A obra será fundamental para incrementar o escoamento de produção e também ampliar a retroárea do Porto Açu, integrando São Francisco do Itabapoana e Campos ao empreendimento. Além destes benefícios, a ponte facilitará o acesso de visitantes às diversas praias e hotéis fazenda, promovendo o fluxo turístico e gerando novos empregos.

Ponte da Integração - Regime de Recuperação Fiscal

Escolas de tempo integral

Outra obra muito importante que foi retomada é a do Colégio Estadual Maurício Medeiros de Alvarenga, em Rio das Ostras. A unidade terá capacidade para atender 800 estudantes do Ensino Médio, com ensino profissionalizante em tempo integral. A área total a ser construída será de 4.689,28m². O valor destinado para finalizar as obras será de R$ 8.263.469,94, mas o custo total é de 13,7 milhões.

Em Macaé, Christino trabalha para liberar a licitação de conclusão de outra obra, a do Colégio Estadual Carlos Walter Marinho Campos, no Lagomar. A construção está suspensa desde 2014, mas a previsão é que as obras sejam retomadas ainda este ano.

Colégio Estadual Maurício Medeiros de Alvarenga - Plano de Recuperação Fiscal

Investimentos no Hospital Pedro Ernesto

Com a adesão do Governo do Estado do Rio ao Regime de Recuperação Fiscal, em setembro do ano passado, o Hospital Universitário Pedro Ernesto voltou a receber investimentos. Além da compra de equipamentos modernos e a reforma em sua infraestrutura, o HUPE ampliou o número de leitos de 70, em outubro de 2017, para os atuais 300. No total, somente este ano, o Hospital Universitário Pedro Ernesto recebeu do Governo do Estado investimentos no valor de R$ 42,3 milhões.

 

Hospital Pedro Ernesto - Plano de Recuperação Fiscal

Mais água para Baixada Fluminense

Outro projeto fundamental é o Água para a Baixada. Um conjunto de obras da Cedae que vai universalizar o abastecimento de água na Baixada Fluminense, 75% das obras da primeira fase já estão concluídos. Com o investimento de R$ 3,4 bilhões, que vieram de um empréstimo da Companhia junto à Caixa Econômica Federal. O programa vai beneficiar mais de 3,3 milhões de pessoas dos municípios de Nova Iguaçu, Belford Roxo, Duque de Caxias, São João de Meriti, Queimados, Nilópolis e Mesquita.