03mar
Em: 03/03/2021

Relator do projeto e diretor de crédito e endividamento rural da entidade, deputado teve participação importante para que matéria fosse à sanção presidencial

O Fundo de Investimento do Agronegócio (FIAGRO) foi aprovado pelo Senado na última terça-feira (02). Relatado pelo deputado federal Christino Áureo (PP-RJ) na Câmara, o Projeto de Lei, de autoria do também deputado federal Arnaldo Jardim (CIDADANIA-SP), passou sem nenhuma alteração e vai, agora, à sanção presidencial. A atuação da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), da qual Christino é diretor de crédito e endividamento rural, teve participação fundamental no andamento do tema.

– É uma vitória muito grande para o Agro brasileiro. O PL tem como um dos principais objetivos ampliar fontes de financiamento do setor agropecuário. É uma alternativa importante de fundo imobiliário voltado para o segmento. O FIAGRO vem para revolucionar a forma de financiamento da produção agroindustrial. Graças ao excelente trabalho da FPA, foi possível que a matéria fosse aprovada no Senado sem alterações ao texto original – destaca Christino Áureo.

O deputado destaca a importância da participação da FPA na aprovação. Para ele, a aprovação do FIAGRO mostra o quanto a Frente da Agropecuária está em harmonia com o Congresso Nacional, possibilitando muitos avanços para o setor e, consequentemente, para todo o Brasil, uma vez que o segmento é o grande motor da economia do país.

– Quero ressaltar a importância do presidente da FPA, Sérgio Souza, e de todos os membros da diretoria na condução do tema. Como relator dessa matéria tão importante, sempre procuramos estar em consonância com as duas casas (Câmara e Senado), para que fosse obtido o melhor resultado, ou seja, a aprovação do texto sem mudanças. Acredito que esse era o melhor caminho para que o FIAGRO tivesse sido aprovado de maneira que atingisse plenamente os seus objetivos. O acordo entre todas as partes fez toda a diferença – acrescenta o deputado.

Presidente da FPA, Sérgio Souza ressalta que a pauta foi tratada diretamente com Christino Áureo na Câmara dos Deputados e que, no Senado, levou diretamente o assunto ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco.

– É uma vitória que mostra a sintonia de prioridades da FPA com o Congresso Nacional e o governo federal. As pautas do Agro são pautas do Brasil – reforça Sérgio Souza.

Benefícios

O FIAGRO possibilitará que o investidor conheça o campo e as muitas possibilidades que lá existem. Assim, será possível, segundo Christino Áureo, que esse investidor leve recursos para uma atividade que necessita de financiamento, principalmente porque, ao serem liberados recursos do crédito rural tradicional para o pequeno produtor, também serão melhoradas as condições de financiamento geral da Agricultura no Brasil.