04set
Em: 04/09/2018

Com a recuperação fiscal, as obras do colégio de Rio das Ostras já foram retomadas. Em Macaé, Christino luta pra liberar a licitação de conclusão das obras de escola do Lagomar e assim melhorar a educação do Rio 

A educação no ensino médio é um dos principais gargalos para o crescimento do Estado do Rio. Nesta segunda-feira (03/09) o Ministério da Educação divulgou os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017. O Estado ficou com a média 3.3, abaixo da meta estipulada pelo MEC, 4.1.

Ciente da necessidade de investimentos neste setor, Christino continua trabalhando para levar qualidade à educação do Rio, principalmente para cidades do interior do estado. Em Rio das Ostras as obras no Colégio Estadual Maurício Medeiros de Alvarenga foram retomas este ano e a escola deve começar a receber alunos já em 2019.
A unidade terá capacidade para atender 800 estudantes do Ensino Médio profissionalizante em tempo integral. A área total a ser construída será de 4.689,28m². O valor destinado para finalizar as obras será de R$ 8.263.469,94, mas o custo total é de 13,7 milhões.

Obra em colégio de Macaé também será retomada: mais investimento em prol da educação do Rio

Christino também luta para conseguir liberar junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) o edital de licitação para a conclusão das obras do Colégio Estadual Carlos Walter Marinho Campos, no Lagomar. A obra foi suspensa em 2014 e Christino trabalha pra retomada das obras ainda este ano.

A unidade tem as mesmas especificações do colégio de Rio das Ostras. O objetivo é que a educação do Rio seja profissionalizante e de qualidade para o Interior fluminense. Pra 2019 a expectativa é que 83 municípios contem com escolas profissionalizantes de tempo integral.

Christino acredita na educação como área transformadora da sociedade, segundo o deputado a continuidade desta obra é mais um resultado positivo do plano de recuperação fiscal do Estado que ele trabalhou para implantar.

“O plano de recuperação fiscal do estado foi importante para a retomada de obras como esta. Isso porque os recursos que foram economizados puderam ser direcionados para estas obras. São milhares de vagas para o novo ensino médio em horário integral para capacitar os jovens ao mercado de trabalho”, disse.