21abr
Em: 21/04/2021

Em encontro virtual com integrantes da concessionária da rodovia, o deputado cobrou o término da duplicação no trecho entre em Macaé e Casimiro de Abreu

Nesta semana, o deputado federal Christino Áureo, acompanhado do prefeito de Macaé, Welberth Resende, e do secretário estadual de transportes, Delmo Pinho, participou de encontro virtual com representantes da Arteris, concessionária responsável pela BR-101, a fim de cobrar posicionamento quanto à continuidade das obras. Segundo o deputado, o pedido de relicitação da concessão não permite que a empresa abandone o contrato que ainda está vigente.

– A relicitação da concessão da BR-101 não pode ser motivo para deixar a rodovia com obras paradas. Especialmente no trecho entre Macaé e Casimiro de Abreu, em frente à Reserva Biológica União ( km 144 a 177). Há um compromisso antigo da concessionária pelo seu término. Atuamos junto aos órgãos ambientais para a liberação da licença. Fizemos o que podíamos para dar continuidade ao processo. O município de Macaé e os do seu entorno não poderão conviver mais tempo com esta situação – afirmou o deputado no encontro.

De acordo com a Lei 13.448, é possível o pedido de relicitação de contratos de concessão de rodovias, mas para que tal fato aconteça é preciso que a empresa atenda a algumas exigências, um caminho que pode ser longo. Até o fim desse processo, portanto, o contrato continua vigente.

– Nós pedimos um esclarecimento sobre quais obras terão andamento antes do pedido de relicitação ser consolidado. Estamos cobrando que haja um posicionamento claro da concessionária, para que possamos buscar a solução deste problema, que se arrasta por muitos anos. Nosso estado precisa desta rodovia – finalizou.

O encontro contou, ainda, com a participação do secretário de Desenvolvimento de Macaé, Rodrigo Vianna, e dos representantes da Arteris: Alisson Freire, Marcio Protra e Wallace Roque.